… Perdi!

Tem horas na vida que a gente precisa dar uma basta em situações por mais difíceis que sejam. Tem horas que temos que parar de criar ilusões e finais felizes e enchergar que o fim não vai ser como planejamos e aceitar isso. Entramos muitas vezes numa paranóia onde nunca podemos perder, nunca podemos errar “nascemos pra vencer” e derrota ou perda alguma pode ser aceita. E essa paranóia cansa.

Sim, desculpe te informar, vamos errar e perder tmb!  Não uma ou duas vezes, as vezes milhares e isso não faz de você um fracassado você tentou mas não deu certo bola pra frente agora você sabe o que não fazer.

Essa cobrança de sempre ser vitorioso uma perfeição louca que te sufoca quando você percebe que é inatingível.

Nem tudo que você colocar mão vai dar certo por mais bem intencionado e focado que você esteja, as vezes por que não era o momento, a hora ou porque simplesmente não era pra ser. Aceitamos muito bem vitórias mas temos uma dificuldade incrivel em assumir derrotas, de assumir a culpa sem querer jogar ela um poquinho sobre o outro.  Tem horas que é preciso enchergar que já deu pra gente que você já pensou demais, agiu demais, falou demais e nada adiantou. Enchergar que você já tentou de tudo e que é a sua hora de sair do barco, não por covardia mais por saber que já deu pra você e que essa luta é inútil. Dá murro em ponta de faca não é sinal de coragem, é sinal de burrice.

Ás vezes a gente tem que engoli o ego e dizer “eu perdi!” . Nessa horas você vai perceber que tem sentido frases como “as vezes pra ganhar precisamos perder” ou  “coisas boas se separam, pra coisas melhores se juntarem”.

Sofremos perdas na vida desde de quando nascemos. Perdemos o conforto, a proteção e calor do útero de nossa mãe onde não precisavamos de força nem pra se alimentar para nascer num lugar  gelado, com o ar pesado, onde um médico enfiou um tubo no nosso nariz e deu um tapa no nosso bumbum.  Mas se não perdêssemos o conforto do útero não ganharíamos o acochego dos braços da nossa mãe, nem a reconheceríamos pelo cheirinho que só ela tem. As vezes pra ganhar precisamos perder.

Reconheça  suas derrotas, fraquezas, medos analise-os e aprenda com eles. É mais fácil montar uma estratégia quando você sabe seu pontos fracos e sabe o que não deve fazer, o que não vai dá certo.

Nada é por acaso, se perdeu mesmo que você não entenda hoje e mesmo que não entenda nunca pq não deu certo aprenda com isso, aprenda o que não fazer pra tentar dar certo da próxima vez.

Em Cristo,

Duda Borges

Anúncios

Os números de Pote de Barro em 2010

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Uau.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 1,400 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 3 747s cheios.

Em 2010, escreveu 48 novos artigos, nada mau para o primeiro ano! Fez upload de 164 imagens, ocupando um total de 18mb. Isso equivale a cerca de 3 imagens por semana.

The busiest day of the year was 6 de outubro with 68 views. The most popular post that day was Música | O Inimigo – Dj Alpiste.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram twitter.com, orkut.com.br, naomordamaca.com, pt-br.wordpress.com e google.com.br

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por sexxchurch, potedebarro.wordpress, pote de barro, blog pote de barro e potedebarro

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

Música | O Inimigo – Dj Alpiste abril, 2010

2

Pq Pote de Barro? março, 2010
2 comentários

3

sexxchurch.com | A procura de um Amor agosto, 2010
4 comentários

4

Eu me amo… ? abril, 2010
6 comentários

5

Música | Estante da vida – Heloísa Rosa abril, 2010