Tá dando certo… mas é o certo?!

 

É normal pensarmos que tudo que dá certo é bom. Nos dias de hoje, o sucesso é tido como paradigma de aprovação. Assim, se a sala de aula está cheia, é sinal de que o professor é competente. Se a empresa está lucrando, significa que seus produtos e serviços têm qualidade. Igreja lotada é sinônimo de ministério abençoado.

Mas, será mesmo?

O problema é quando aplicamos esta mesma lógica para o campo da ética. O caso do famigerado mensalão é típico. Para que projetos de leis ou interesses de grupos fossem aprovados em Brasília, descobriu-se que valores eram generosamente distribuídos a parlamentares para que votassem favoravelmente. Vejam que coisa: para que as leis fossem aprovadas, era preciso descobrir meios que eliminassem as chances de derrota no plenário.

Enquanto o esquema funcionou, tudo era “correto” – as leis eram aprovadas e cada um recebia a sua parte. Mas alguém entrou em prejuízo – no caso, o ex-deputado Roberto Jefferson –, então houve a denúncia e o efeito dominó aconteceu. Caíram parlamentares, empresários e assessores palacianos. A mesma lógica funcionou no caso do ex-presidente Collor, do ex-juiz Lalau e de tantos outros (daria um grande e extenso “etecétera”).

Cabe a pergunta: será que as coisas, no Brasil, só vêm à tona quando alguém deixa de receber algo?

E não é apenas nas altas esferas do poder – na nossa vidinha comum, casos de gente pega com a mão na botija são inúmeros. Quem nunca ouviu falar do funcionário que apresenta notas fiscais mais altas do que as despesas que fez para reembolso? Nos restaurantes e nas corridas de táxi, ele sempre pede comprovantes de valores mais altos; afinal, os tempos estão bicudos e é preciso encontrar maneiras para sair do sufoco. Ele vai se dando bem, até o dia em que é descoberto e vai para o olho da rua com a ficha suja. E o marido que vive um caso extraconjugal, escondendo a situação da família durante anos a fio? Um belo dia, um telefonema indiscreto, ou um bilhete perdido no paletó, põem a farsa por água abaixo. Ou o casal de namorados que esconde dos pais que já têm vida sexual até o dia que a menina aparece grávida? Todas são situações em que tudo parecia dar certo, apesar das flagrantes transgressões e da falta de ética dos envolvidos. Logo, nem tudo que dá certo, ou que funciona por um tempo, é correto.

Qual é a fonte de nossa ética?

Ela é orientada pela funcionalidade ou por princípios que sinalizam se nossos atos estão certos ou não? Esta ética pragmática só pode ser fruto de um caráter deformado que desconsidera que a verdade tem de ser compatível com a realidade e não com a conveniência e com os resultados. Sem dúvida precisamos buscar resultados, mas os que são compatíveis com a justiça, com a verdade e retidão. Deixemos de lado o pragmatismo e sigamos os princípios da Palavra de Deus. Somente assim nossas atitudes e decisões serão essencialmente certas.

FONTE: http://www.estudosnovotempo.com.br/

_______________

No amor de Deus,

Duda Borges.

Anúncios

Música ♪ | Sangue de Abel – Fruto Sagrado

E aê gurizada …

Post extraordinário! Pensei muito nessa música hj a letra dela é um soco na cara.

Não preciso dizer mais nada ouça e reflita. Ahhh e aprecie a coreografia da Cia Estúdio do Corpo que é incrível, inspiradora, aiai quero dança assim um dia também. *—–*

Sangue de Abel

Fruto sagrado

Perdoa-nos, ó Deus! Somos muitos e muitos e muitos
Semeando mais o mal do que o bem
Perdoa-nos, ó Deus! Pois o mal que semeamos
Tem se virado implacavelmente contra nós
Perdoa o sangue derramado
Sobre a terra desde Abel

Perdoa-nos, , ó Deus!
Perdoa-nos… perdão.

Perdoa-nos, oh, Deus! Somos muitos e muitos e muitos
Semeando mais o mal do que o bem
Perdoa-nos, oh, Deus! Pois o mal que semeamos
Tem se virado implacavelmente contra nós

Perdoa-nos, ó Deus!
Perdoa-nos… perdão.

Perdoa o sangue derramado
Sobre a terra desde Abel
Junte, ó Deus, nossos ossos secos
Sopra a vida mais uma vez

Perdoa-nos, ó Deus!
Perdoa-nos… perdão.

Nos perdoe, ó Deus
Pelo imperialismo, o nazismo, o comunismo,
O capital selvagem, impiedoso, inescrupuloso
A escravidão… a religião…
Sempre querendo te domesticar
Te encaixotar, te fazer de empregadinho
Perdão, por tanto fariseu se dizendo filho teu
Que não convenceu, que só dividiu
Levando muita gente boa pro covil
Nos perdoe, ó Deus, pelo terrorismo
O holocausto, a pornografia, a pedofilia
A mentira! O dinheiro mal adquirido e mal repartido
A discriminação racial, social, irracional…
Nos perdoe, ó Deus!

Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios …

(Isaías 6:5)

 

Mexe comigo, aii de mim se não fosse a misericórdia do Senhor!

Na bendita Graça de Cristo,

Duda Borges

Sorria! Você está sendo roubado!

Certa vez o inimigo convocou uma convenção mundial. Em seu discurso de abertura disse ele a seus anjos perversos:

– Nós não conseguimos impedir que os cristãos orem e nem que leiam suas Bíblias e conheçam a verdade. Nós nem mesmo conseguimos impedir eles de tentar construir um relacionamento com Cristo.  Assim deixa eles orarem, deixa eles terem seus estilos de vida; mas roube seu tempo.

Um dos seus perversos anjos perguntou: Como faremos isto? Deixa eles bem ocupados. E continuou: Convençam as esposas a ficarem horas trabalhando e aos maridos a ficarem no trabalho 6 a 7 dias por semana, 10 a 12 horas por dia, para que não tenham tempo para a família.Estimule suas mentes para que não possam mais ouvir a voz do Espírito Santo.Use de sedução que eles ouçam constantemente o radio do mundo, cds não evangélicos e TV do mundo em suas casas. E vejam para que cada loja e restaurante no mundo toquem musicas do momento, constantemente.

Isto atolara suas mentes e rompera essa união com Cristo. Encha a mesa do café com revistas e jornais. Martele suas mentes com noticias 24 horas por dia. Inunde suas caixas postais com catálogos, panfletos, todo tipo de boletins de propaganda e de revistas grátis e com mulheres lindas, assim os maridos acreditarão que a beleza externa é que é importante e ficarão descontentes com suas esposas. O anjo perverso riu satisfeito: Há ! Isso destruirá as famílias rapidamente … eles logo arranjarão outras mulheres !

E o inimigo continuou: Ate mesmo nos passeios, deixe que eles se divirtam bastante e voltem , inquietos e despreparados para a semana que inicia. Mande-os aos parques de diversão, aos eventos esportivos, aos concertos e, preferivelmente ao cinema, locadoras, para assistirem aos filmes que estão cada vez mais violentos. Mantenha-os ocupados e ocupados. Quando se reunirem em encontros espirituais, envolva-os em fofocas e conversas fúteis. E finalizando disse: Vão em frente ! Tumultuem suas vidas com muitas causas para que não tenham nenhum tempo para procurar a força de Cristo. Logo estarão trabalhando em sua própria morte, sacrificando sua saúde e família para o bem da causa. VAI DAR CERTO ! VAI FUNCIONAR !

E estava encerrada a convenção. E os perversos anjos foram ansiosamente executar suas atribuições, fazendo com que todos, em toda parte, ficassem ocupados, ocupados e correndo apressados de lá pra cá e de cá pra lá.

E fica a pergunta – será que o esquema deles foi bem sucedido?

 

 

Achei na net… Infelizmente estão roubando meu tempo. Me furtam com a total concessão minha.  Imaturidade? Talvéz… burrice? sim … Falta de vegonha na cara? com certeza. Falta de levantar e fazer o que tem q ser feito, parar de peneirar esgoto, parar de cavar a própria cova.

O pior não é a morte é a falta de vida, apenas a existência.

Nas misericóridas do Senhor,

Duda Borges